Pyramiden - A cidade abandonada!

Atualizado: Abr 20

Durante a viagem ao Circulo Polar Ártico, a cerca de 200km de distância do Pólo Norte Geográfico, uma avaria no motor do barco alterou os planos por completo. Mas essa história ficará para  depois. Devido à alteração de planos, tive a oportunidade de arranjar tempo e de visitar a localidade abandonada de Pyramiden. Este artigo serve para contar um pouco da história deste local e mostrar-vos algumas imagens do local.

Localização de Pyramiden e Longyerbyen


Monumento à entrada da cidade



Durante a viagem ao Circulo Polar Ártico, a cerca de 200km de distância do Pólo Norte Geográfico, uma avaria no motor do barco alterou os planos por completo. Mas essa história ficará para  depois. Devido à alteração de planos, tive a oportunidade de arranjar tempo e de visitar a localidade abandonada de Pyramiden. Este artigo serve para contar um pouco da história deste local e mostrar-vos algumas imagens do local.


Refiro que a maior parte das imagens que apresentar aqui não são as que estão presentes no livro, para verem as fotos e a história no livro terão que...comprar o livro! :) 



Pyramiden fica situado a Norte de Longyerbyen e para chegar lá por terra seria necessário percorrer zonas montanhosas e de muito gelo. Assim que, a forma mais rápida e mais acessível de lá chegar é por barco.  Saindo de Longyerbyen, é necessário navegar por Sassenfjorden e por fim no estreito de Billefjorden. Mas apenas no verão é possível fazer esta travessia, uma vez que no Inverno (normalmente) esta zona fica congelada. Pelo menos assim era em tempos antigos, agora com o aquecimento global, tudo está a alterar. A viagem de barco é relativamente rápida, demora cerca de 2 horas e as vistas durante a viagem são deslumbrantes. Mas o frio gelado que se faz sentir fora do barco, por culpa da deslocação de ar e do vento, fazem com que seja difícil alguém manter-se no exterior do barco durante a viagem toda. Felizmente no interior é servido café quente (algo muito normal nestas paragens) e a temperatura é muito mais cómoda!




Vistas de Sassenfjorden e estreito de Billefjorden.




Esta localidade Russa (que naquele tempo era a União Soviética), era a chamada "cidade mineira", ou seja, foi uma localidade construída devido à intensa atividade mineira naquele local. O minério extraído era o carvão e por altura dos anos 50 até finais dos anos 90 era uma atividade extremamente rentável. Ali chegaram a viver cerca de 1500 pessoas!

Mas o que levava estas pessoas a aceitar trabalhar e viver numa zona tão remota do mundo e além disso, numa zona com invernos de frio intenso, onde as temperaturas rondam os -40ºc? E mais que isso, não só trabalhavam nas minas como levavam toda a família consigo!





A União Soviética construiu o que se pode chamar de uma pequena comunidade em Longyerbyen. A localidade tinha tudo, Hospital, escolas, Cantina, Parque de desporto, piscina, tinha um "city hall", bar, etc. E o melhor de tudo....é que era tudo gratuito! Ou seja, todos os que aceitassem ir morar e trabalhar naquela zona, tinham direito ao um bom ordenado, casa e todos os benefícios de uma comunidade, tudo gratuito!



Pavilhão da Escola

Piscinas municipais

Cinema

Pavilhão de desportos




City hall...Ou câmara municipal! :)



Hospital



Centro de desportos, com pista de atletismo e campo de futebol (obviamente só utilizados entre Junho e Setembro!)



Local onde funcionava a cantina

Em cima, na montanha as ligações para as minas

O Porto de Pyramiden

Câmara municipal

Monumento à entrada de Pyramiden

O cinema!

aspeto interior da Câmara

Pavilhão de desportos


Os passadiços! Durante os meses sem neve não fazem muito sentido, mas no inverno ajudavam muito a locomoção.





Durante cerca de 30 anos tudo funcionou bem, a União Soviética tirava grandes proveitos da mineração e a Comunidade, mesmo com alguns problemas normais de viver naquela zona, ela funcionava.

No entanto, de um momento para o outro, tudo mudou! Em 1998, a União Soviética abandonou a extração de carvão e a comunidade desapareceu. O que ficou para trás foram casas, piscinas, escolas, hospitais, em resumo, todas as estruturas criadas pelo homem e que, claro está, foram abandonadas. Muitas histórias foram contadas e muitas probabilidades avançadas como causa para o abandono. Há quem diga que a Rússia (entretanto houve a mudança de União Soviética para Rússia) tinha já muitas dificuldades em conseguir convencer as pessoas a ficarem em Pyramiden, pois apesar de os ordenados serem bons e de terem tudo gratuito, não deixava de ser verdade que trabalhar anos a fio numa zona tão fria do mundo e numa zona tão isolada, não deveria ser fácil! Assim que uma das versões conta que houve uma "rebelião" na comunidade e as famílias decidiram abandonar a cidade e a Rússia não conseguia convencer trabalhadores suficientes para manter as minas e a cidade em funcionamento. Confesso que me custa um pouco acreditar nesta versão, pois acredito que quem lá estava que se tivesse revoltado, mas não acredito que a Rússia não conseguisse arranjar novos trabalhadores para ir para lá, principalmente porque é conhecida a situação "algo precária" em que muitas famílias viviam na União Soviética. Estou certo que em 1998 não seria diferente.



Uma outra versão é que, para a União Soviética e com as mudanças no mundo, a extração de carvão na zona deixou de ser rentável, pois tinha muitos custos associados. Com a evolução, o carvão deixou de ser tão essencial e provavelmente o seu preço de mercado também terá descido e assim se pode explicar a súbita desocupação de Pyramiden. Para mim, e é só uma opinião pessoal, foi o que aconteceu. De salientar também que foi nessa altura (2 anos antes) que se deu o fim da União Soviética e o início da Russia.





Seja como for e seja o que for que tenha acontecido, o que é certo é que o homem abandonou completamente aquele local, mas fê-lo da forma que eu considero vergonhosa como sempre faz. Não teve problemas em construir, mas na hora de ir embora deixa lá os restos da sua passagem. Agora, Pyramiden é uma cidade abandonada, onde se mantêm os edifícios que nos contam a História de como era a vida naquela localidade. Salve-se isso! Hoje, a localidade é aproveitada para Turismo, recebendo turistas que visitam aquela localidade e que ficam a saber um pouco mais da história daquele local. Existe um guia turístico que acompanha os grupos, permitindo-lhes entrar na maior parte dos edifícios e conhecer como era a vida por ali.  Existe também um pequeno bar, onde se podem comprar algumas lembranças e beber um copo de pura vodka russa! Eu experimentei e gostei, aliás até dá jeito, para aquecer o corpo das temperaturas frias! É que mesmo sendo verão, a temperatura é bem baixa!! :)




Resumidamente, esta é a história de Pyramiden e de seguida deixo-vos mais algumas fotos e a ligação para o Canal do Youtube da Go Wild, onde podem ver também algumas imagens desta localidade! Enjoy!! ;)








166 visualizações

© 2020 all rights reserved - Go Wild / Pedro Rego Wildlife and Nature