Pinguins Gentoo! Curiosidades e factos!




E quem não gosta destes lindos e apaixonantes animais? Todos nós temos, pelo menos, uma pequena admiração por estes pequenotes! E são mesmo pequenotes! :) Embora tivessem passado um mau bocado há muitos anos atrás, o estatuto do Pinguin Gentoo é de "Pouco preocupante" que é o menor indicador na escala de perigo ou ameaça da espécie! Antigamente, estes pequeninos, juntamente com baleias e focas, foram alvos apetecidos dos homens, pela sua pele, o seu óleo e também para alimentação. A caça desmedida quase levou estes animais à extinção! Atualmente, devido às leis de proteção da Antártida e também do menor interesse económico, eles puderam prosperar e gozam agora de uma maior serenidade no que respeita à sobrevivência.

Prion Island - Ilha Sub-antártica. Colónia de Pinguins Gentoo que dividem a praia com pinguins Rei e lobos marinhos.



O pinguim-gentoo é uma das três espécies de pinguim do género Pygoscelis (Pygoscelis papua) e também é conhecido por Pinguim papua! É a ave mais rápida do planeta debaixo de água e pode atingir os 36km/h! Repararam que escrevi AVE? Pois é, algumas pessoas não sabem mas os pinguins são aves! A diferença é que normalmente as aves voam no ar, enquanto que os pinguins "voam" debaixo de água! São excelentes nadadores, mas não tanto com os seus predadores, a foca leopardo e as Orcas.

Pinguim Gentoo em Neko Harbor - Antártida São animais muito "amistosos" e curiosos. Por norma não sentem receio do homem, no entanto, para eles se aproximarem temos que fazer poucos movimentos, ou lentos e deixar que eles nos aceitem, naquela que é a casa deles. Se limitarmos os movimentos e ficarmos quietos, passado algum tempo eles vêm ter connosco para "cuscuvilhar"! Estes pinguins não são muito grandes, aliás são até bastante pequenos, medem entre 75 e 90 cm e o seu peso ronda os 5kg e os 8kg. Existe dimorfismo sexual, sendo que os machos são um pouco maiores e mais pesados que as fêmeas, mas pouco. Vivem e reproduzem-se no continente Antártico e nas ilhas sub-antárticas Falkland e South Georgia. Embora reproduzam na Antártida estas aves não permanecem aqui o ano inteiro. O único pinguim que o faz é o Pinguim Imperador. Os Gentoo que têm colónias na Antártida, no fim do verão antártico, final de Março, começam a sua migração para as ilhas sub-antárticas. Então porque procuram a Antártida? Porque os mares da Antártida, depois de descongelarem são mares incrívelmente ricos em Krill, crustáceos e peixes, que são a principal alimentação dos pinguins. Assim que, eles viajam no mar até à costa Antártica onde se juntam em colónias e reproduzem! Os ovos demoram cerca de 30 dias a eclodir e as crias demoram cerca de 80/90 dias a estarem desenvolvidas para mergulharem no mar e se alimentarem elas próprias. Enquanto isso, são os progenitores que lhe dão comida, regurgitando diretamente para os seus bicos! Pewwww....!! :D Não é muito agradável de se ver ou imaginar, mas é assim que alimentam as crias!

Juvenil Gentoo em fase final de crescimento das penas



Estes pinguins são facilmente distinguíveis dos demais. Bico vermelho, uma branca no topo da cabeça que liga os olhos, uma lista branca nas barbatanas e patas brancas. Esta altura é muito sensível para estes animais! Querem saber mais sobre estes simpáticos pinguins? Muito brevemente irei lançar o livro sobre a Antártida e lá estará mais informação sobre estes lindos pequenos! E você? Quanto gosta destes adoráveis pinguins?


Não deixe de mostrar o seu amor por este blog e este artigo, partilhando-o!! :)

62 visualizações

© 2020 all rights reserved - Go Wild / Pedro Rego Wildlife and Nature