top of page
  • Foto do escritorPedro Rego

Como fotografar a Lua?


É este poder atrativo invisível que ela tem que nos faz olhar para ela, que nos impulsiona a partilhar os nossos sentimentos, desejos e emoções, fazendo dela uma verdadeira confidente...Ou também, uma testemunha de carícias, beijos e...outras coisas mais!


A Lua cheia é também alvo de tantas histórias de misticismo, lobisomens, dráculas e vampiros, fantasmas e arrepios!


Super Lua Azul captada a 31 de Agosto de 2023, a maior super lua do ano!
Super Lua Azul - 31 Agosto 2023

Não é por isso de estranhar que quando se fala de uma Super Lua, haja um "pequeno alvoroço" onde toda a gente fica mais atenta ao céu e quer ver a Lua! A verdade é que ela é linda em qualquer das suas fases e tem um encanto especial em cada uma das fases, mas claro que a mais "apetecida" é sempre a lua cheia. Quando aparece uma Super Lua, aumenta mais a vontade de a ver e fotografar pois as condições são as mais desejáveis, ou seja, a denominação de Super Lua advém da maior proximidade da Lua com a Terra e também de um aumento do seu brilho, o que a torna mais "vistosa" no céu! Mas será que existem alguma validade científica nisto? A Lua fica diferente?


- Super lua é um termo “inventado” por um astrólogo americano no final da década de 1960 e segundo os cientistas, foi um nome inventado para dar um ar mais científico a algo que se denomina “pseudociência”, que é a astrologia. Basicamente uma super lua acontece quando uma Lua Cheia coincide com o ponto de maior aproximação do satélite da Terra, ao qual se dá o nome “perigeu”. Isto faz com que a Lua apareça com uma magnificação de cerca de 20% e pareça também mais brilhante. Em boa verdade muito pouco muda em relação a uma Lua cheia normal e certamente esta diferença de "escala" não será perceptível ao olho humano, a não ser que utilizemos algo em primeiro plano que faça escala. Mas já lá iremos!


O mesmo relativamente à cor! Por designação popular as Luas têm também um "nome". Esta última Super Lua tem a designação de Super Lua Azul e isto não quer dizer que a Lua fique azul, ou mesmo um pouco mais azulada. A Lua tem sempre a mesma cor! A Lua reflete a luz do Sol e quando essa luz atravessa a atmosfera da Terra há comprimentos de onda que são mais, ou menos absorvidos e daí podermos ver a Lua com a cor mais amarelada ou não. Dá-se então essa designação porque é a Segunda Lua Cheia do mês. As Luas cheias acontecem a cada 29 dias e como os dias do mês têm 30 ou 31 dias (exceção de Fevereiro) acontece uma Lua Azul a cada 2 anos...2 anos e meio. A próxima Lua azul vai acontecer em Maio de 2026.



Foto de Lua cheia no céu escuro!
Lua cheia

Como fotografar a Lua?



- Fotograficamente, colocamos então a questão, "como consigo fotografar a Lua?" Neste tutorial vamos falar passo a passo de tudo o que é importante para conseguir fazer boas fotos da Lua!


  1. Material: Se não possui uma máquina fotográfica e uma teleobjetiva irá ficar muito limitado em termos de resultados, ainda assim é possível fotografar a Lua.

Pensemos em termos de Escala. Se utilizamos uma objetiva grande angular, ou angular ( entre os 14mm e os 35mm) a Lua irá aparecer na fotografia como um ponto branco distante no céu. Bem mais pequena inclusivé do que a nossa vista nos oferece.) Será também esta a visão que terá se fotografar a Lua com um smartphone, onde normalmente as objetivas rondam os 20mm de distância focal. Por este motivo acaba por ser algo frustrante fotografar a lua com o smartphone pois não a conseguimos captar com a dimensão desejada, nem mesmo como a conseguimos "ver com os nossos olhos". Isto porque a nossa visão corresponde a uma distância focal de cerca de 50mm e uma maior magnificação.


Se estiver a utilizar uma objetiva com estas características saiba que não pode "apanhar" a Lua com uma grande dimensão e o que tem de fazer é ter maiores cuidados com a composição no seu todo, incluindo elementos de "terra" de valor.


Assim, o ideal em termos de material para fotografar a super lua é possuir uma teleobjetiva (70-200mm por exemplo) ou ainda maior. Quanto maior for o zoom mais magnificada vai aparecer a Lua.


- Outro material que devemos ter é um tripé para dar o máximo de estabilidade possível à câmara e ainda um disparador externo, ou então utilizar o intervalo de disparo de 2" ou 10" ou outro que tenha na sua máquina. Isto permite que se neutralize o movimento da câmara que pode induzir arrasto na foto e perda de definição na fotografia (nitidez).



Lua enquadrada com as mãos em formato de coração, fazendo alusão à forma como a Lua Cheia inspira os namorados e os amantes enchendo-os de romantismo!
Amor ao Luar!


2. Settings da máquina: embora a Lua entre na chamada fotografia noturna, não necessitamos longas exposições, pelo contrário!


Pois é, para fotografar a Lua não vamos precisar de exposições longas de 10" ou mesmo 30" como por vezes necessitamos (Via láctea por exemplo!) A Lua reflete a luz solar e basta olharmos para ela para percebermos que a luz que ela reflete é muito forte!


Os settings da sua máquina variam conforme a própria luminosidade da Lua e emora não hajam settings pré-definidos vou ajudar a que escolham os settings ideiais.

1 - Velocidade de obturação. A velocidade de obturação deverá rondar os 1/200. O valor pode variar conforme a objetiva que está a utilizar, abertura de diafragma e ISO. Não há grande necessidade de utilizar velocidades mais baixas que podem induzir arrasto nas fotografias. Se estiver a utilizar uma 70-200 esta será a velocidade aconselhável, Se utilizar uma 50mm ou inferior poderá utilizar 1/60. O valor da velocidade no entanto não deverá baixar deste valor, lembre-se que a Terra e a Lua estão em movimento.

2 - Abertura do Diafragma - Não existe uma necessidade grande de utilizar aberturas de F1.8 ou F2.8, aliás, se a sua máquina suportar bem ISOS algo mais elevados, até aconselhava uma abertura de F8 para conseguir ter mais nitidez na Lua aumentando a profundidade de campo. Coloque o F conforme o ISO da máquina, se utilizar ISOS mais baixos, abra a abertura (F2,8; F4), se puder subir o ISO da sua máquina poderá fechar a abertura proporcionalmente

3 - ISO - O ISO causa sempre alguma confusão pois estamos habituados a aumentar muito o ISO durante a fotografia noturna, no entanto para fotografar a Lua ele não precisa de estar assim tão alto. Aliás, na maior parte das vezes um ISO 800 é mais que suficiente para fotografar a Lua. Poderá aumentar o ISO se quiser fechar mais a abertura conforme descrito em cima.


Em suma, lembrem-se sempre da regra da reciprocidade e de adequar os settings a uma exposição perfeita. E por falar nisso, tenham atenção ao vosso modo de medição da luz pois este pode dar-vos valores de fotómetro que podem enganar, conforme seja a vossa distância focal. Por vezes se a Lua ocupar menos de 40% da foto total, o fotómetro poderá indicar que a foto se encontra subexposta, mas o que vocês pretendem é a Lua bem exposta e não o restante que é céu escuro. E falando de disso, vamos voltar à Composição.


3. Composição: Existem 2 formas de compôr uma fotografia de Lua, ou fazemos a Lua no céu sem adição de outros elementos, ou colocamos a Lua mais junto da linha de horizonte e adicionamos elementos que eu chamo elementos de terra (elementos na linha do horizonte, edifícios, etc)

Qualquer uma das hipóteses é válida e dá-nos fotografias diferentes. Se pretendermos captar a Lua em grande e que ela preencha o nosso frame na totalidade podemos escolher captá-la sozinha no céu! Ou...com alguns elementos que estejam no raio de visão como aviões a passar!


Foto da Lua em Preto e branco sem elementos de composição complementares
Lua Cheia em Preto e branco


Um avião numa rota longinqua marca a sua passagem no campo de visão fotográfico, entre a Lua e a câmara
Lua cheia com Avião a passar

Podemos obviamente jogar com este efeito único de colocar elementos dentro do campo de visão, entre a Lua e o Fotógrafo. O segredo é sempre o mesmo, ter a noção da escala. Se fotografarmos com uma super tele-objetiva de 700mm, 800mm vamos ter a Lua em grande no frame. Depois é colocar um elemento no campo de visão. Não pode estar muito perto de nós pois senão irá ficar completamente desfocado e muito intrusivo na foto, mas também não pode estar muito longe senão fica muito pequenino, conforme a foto em cima! Seja como for, a criatividade impera e não há errados! Nunca há errados na fotografia!



Lua Cheia a nascer com árvores em 1º plano
Lua Cheia a nascer com árvores em 1º plano

Mais um exemplo, colocando agora um edifício, neste caso o Castelo de Bragança:



Lua Cheia no Castelo editada com a técnica de dupla exposição e junção das exposições.
Lua Cheia no Castelo

E este exemplo leva-nos `próxima fase, a exposição.


4. Ora sempre que tentamos colocar uma foto de lua com mais elementos de terra, temos sempre um grande problema. Isto porque a Lua, como já dito, reflete uma grande quantidade de luz e o problema que se coloca é, se efetuarmos uma exposição para termos uma foto bem exposta, a Lua vai ficar um ponto branco ou seja totalmente sobre-exposta. Se fizermos o contrário, se expusermos para a Lua vamos ficar com a Lua bem exposta e o resto da foto toda escura, ou sub-exposta! O que fazer então? Aqui entra a técnica da dupla exposição com sobreposição de imagens! O que se faz é basicamente um falso HDR (haveremos de falar disto aqui no blog mais para a frente) ou seja, faz-se uma exposição com a Lua "queimada" ou sobre-exposta e outr exposição com a Lua bem exposta e o resto da foto sub-exposta. Depois juntam-se as duas e ficamos com uma exposição correta na Lua e no resto da foto. Mas atenção! Isto não é manipulação da imagem, se aumentarem deliberadamente o tamanho da Lua ou se a colocarem noutra posição diferente estão a manipular a realidade da cena. E claro que o podem fazer desde que o comuniquem e que o público saiba que foi essa a vossa intenção!



Foto do castelo com Lua cheia manipulada. Se se aumentar a lua vai parecer surreal e se o fizerem devem sempre informar que o fizeram.
Foto do castelo com Lua cheia manipulada.

O importante é sempre serem criativos e divertirem-se não só no momento de captar as fotografias, como também no momento de as editar!!



Para mais informações sobre como editar fotos de Lua, não percam o tutorial que irá em breve ser disponibilizado em vídeo! Registem-se aqui no blog para terem acesso a todas as atualizações de posts e novos posts!!


Até já!!!



Posts recentes

Ver tudo

Pague-me um café! Este Blog é gratuito e sempre será, se valoriza a informação que aqui é colocada pode agradecer, doando a contribuição que entender.

PayPal ButtonPayPal Button
bottom of page