top of page
  • Foto do escritorPedro Rego

Água - Um bem essencial....que tanto menosprezamos!

Atualizado: 18 de ago. de 2023

A 22 de Março celebra-se o Dia Mundial da Água. Um dia que durante tantos e tantos anos pouco nos preocupou. A verdade é que num passado muito recente vivemos numa era marcada pelo equilíbrio natural, que proporcionou ao Homem prosperar e avançar, uma era entre ciclos do Planeta.

Tinha acabado o Holoceno, uma era marcada por profundas alterações no Planeta, desde a temperatura, à chuva e nível da água do mar, entre outros aspetos. Animais extinguiram-se e a fisionomia da Terra alterou-se. Um processo normal num planeta onde tudo se gera e regenera. Um processo de milhares de anos, onde lentamente tudo se foi transformando e modificando. A era Glaciar tinha terminado e após a extinção de um grande número de animais e flora, a Terra preparava-se agora para uma Era de equilíbrio.



Parede Glaciar - Ilha Sub-Antártica, South Georgia and Sandwich Islands

Este equilíbrio permitiu ao Homem fixar-se, evoluir e prosperar! Durante este período tudo acalmou, o clima estabilizou, as temperaturas permaneceram estáveis e criaram-se condições únicas para que o Homem pudesse avançar! Os grupos nómadas de caçadores-coletores passaram para uma população com casas fixas, agrupadas em complexas organizações sociais com nacionalidades, culturas e modos de vida distintos.






Lisboa - Vista panorâmica Amoreiras

No entanto, devido a esta fixação dos Povos e à crescente evolução (insustentável) do ser Humano, tudo se alterou num curto espaço de tempo! Este período que deveria durar milhares de anos tem-se encurtado a uma velocidade absolutamente incrível! Assim, aquela que deveria ser uma mudança regenerativa normal do Planeta e que deveria acontecer daqui a uns milhares de anos, ter-se-á iniciado há alguns anos e com a agravante de o Homem estar consecutivamente a carregar no acelerador e a aumentar a velocidade destes eventos. Mudanças que deveriam levar séculos estão agora a ocorrer em anos...



Gelo a derreter no mar de Svalbard - Pólo Norte

E isso está a levar a uma rápida desestabilização do Planeta colocando em causa ecossistemas e vidas...Será urgente uma mudança de paradigma, uma mudança comportamental, social e cultural do ser humano para podermos, de alguma forma, travar esta velocidade vertiginosa que nós causámos! É imperativo ganharmos mais tempo, não só para podermos fazer face a um problema que se torna cada vez mais real e mais urgente, como também para podermos garantir que as gerações vindouras terão a mesma oportunidade que nós tivemos, a de habitar um planeta "habitável" e belo, tão belo como é a Terra!



Laguna Esmeralda - Ushuaia, Argentina




Algumas formas de minimizarmos o impacto do Antropoceno:



Entre as principais tendências para minimizar o impacto da atividade humana no meio ambiente, cabe destacar:

  • Descarbonização da economia. O impulso às energias renováveis e às redes inteligentes, assim como a eletrificação do transporte, são fundamentais para reduzir a pegada de carbono e realizar uma transição justa rumo a uma economia descarbonizada necessária para o planeta.

  • Economia circular. Reduzir, reutilizar ou reciclar, aumentando a fabricação e o consumo responsáveis, permitem diminuir os resíduos, economizar energia e reduzir os danos ambientais.

  • Proteção da biodiversidade. Os planos de ação destinados a proteger a biodiversidade são cruciais para salvaguardar o funcionamento dos ecossistemas e garantir a segurança alimentar.

  • Proteção dos recursos hídricos. Reduzir a pegada hídrica de particulares e empresas e evitar a poluição das águas são as únicas vias para continuar desfrutando desse recurso natural, do qual dependem todas as formas de vida e que a cada ano é mais escasso.


Todos Juntos podemos salvar um Planeta fantástico como é a nossa CASA! O Planeta Terra!



Colónia de Pinguins Gentoo - Antártida





Posts recentes

Ver tudo

Pague-me um café! Este Blog é gratuito e sempre será, se valoriza a informação que aqui é colocada pode agradecer, doando a contribuição que entender.

PayPal ButtonPayPal Button
bottom of page